Debate: automutilação

Talvez esse post seja uma continuação do anterior ou até mesmo o inicio. Peço então que, caso se identifique com alguma parte dessa postagem, leia esse post. Há algum tempo eu estava querendo fazer um debate por aqui, pois adoro expor minha opinião e saber a dos outros, então achei que seria uma boa forma para isso. Mas, eu não sabia porque. O tema "legalização do aborto" estava ficando comum, então decidi fazer de algo que muitas pessoas passam/fazem e apesar de tão importante, não é tão reconhecido.

Automutilação: é definida como qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. As formas mais freqüentes de automutilação são cortar a própria pele, bater em si mesmo e queimar-se. (Créditos ao Yahoo)

A maioria das pessoas associa apenas ao corte, por isso preferi por a definição. Normalmente, a automutilação é associada a depressão ou Borderline (é um transtorno, definição aqui). Ok, algumas pessoas se cortam, sim, para aparecer, mas em alguns casos, pode ser sério.

O suicido começa aí, certo? As pessoas normalmente se cortam nos pulsos (por ser uma área com muitas veias), mas muitas também se cortam nas coxas, virilha e em lugares mais simples de esconder. Quando não recebem ajuda (como na maioria dos casos), se matam. Muita gente julga, diz ser frescura e em uns casos, até concordo. Tirar foto, expor, postar em redes sociais, ficar fazendo draminha é frescura sim. Mas, com algumas pessoas, é sério. Eu acredito que, independente do caso, é para chamar atenção, apesar de ser uma doença, começa exatamente pela falta de atenção. Percebam que: se tenho quem me escute, quem me ajude, quem demonstre estar comigo, por que iria me cortar? 

Sei que é um assunto mais que delicado e não estou, em momento algum, banalizando-o. Quero apenas que passem a prestar atenção ao seu redor. Eu nunca pensei em fazer isso, não teria coragem de me machucar, mas criticar jamais irá ajudar quem faz esse tipo de coisa. Chamar a pessoa de fraca, de isso e aquilo jamais irá resolver. Uma pessoa assim precisa de ajuda, profissional ou não, só precisa de ajuda.

Eu queria realmente poder ajudar essas pessoas, mas infelizmente, não posso. Quer dizer, apenas as que estão ao meu redor e querem ser ajudadas. Eu não sei mais o que dizer, só peço que se conhecerem alguém ajudem. Se passarem por isso, procurem ajuda.

30 comentários:

  1. Bom, tenho minhas próprias opiniões sobre as pessoas que se cortam; algumas até pode fazer isso por frescura e querendo, digamos, ganhar aquela ''faminha'' com isso (por que até isso virou modinha hoje ¬¬), postando fotos nas redes sociais e tal. Mas em alguns casos, isso é sério, e não besteira.
    Já tive muitas amigas que faziam isso por causa de besteira mesmo, namoradinhos e por que papai não tinha dado a mesada do mês ( ¬¬ ) Eu não sou nem um pouco ''sensível'' e quando eu vejo que a mina (ou o menino, né) é fresca, mando logo pular da ponte já que quer morrer ç-ç

    Algumas pessoas fazem isso como como se fosse um remédio ou uma saída, sei lá, para sentir a dor física ao invés da sentimental.

    Gostei bastante da postagem, por se tratar de um assunto bem sério e é disso que a blogosfera precisa: assuntos que realmente PRECISAM ser debatidos. Parabéns!

    Um beijo no sorriso, Jαηe Dσe ♡ ~ || sunflower ❀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente lamentável ver pessoas brincarem com algo sério, exatamente como você disse.
      Sim, sei que às veze sé um refúgio, mas existem outros meios, certo? Por isso, sou a favor da ajuda ao próximo, sempre.
      Obrigada Jane, beijos.

      Excluir
  2. Esse é um assunto que exige várias e várias postagens falando sobre. Um assunto que exige atenção. Mas não é qualquer pessoa que pode falar sobre isso. Porque exige muita delicadeza, sensibilidade. Uma palavra errada, uma expressão mal explicada e a pessoa que pratica a automutilação pode se sentir ofendida e isso apenas poderia agravar a situação. Vários dos meus amigos insultam quem pratica isso. Eu tenho o costume de pensar que beber e fumar também são quase como automutilação. A pessoa que se corta ou se queima, ou qualquer coisa assim faz isso porque pode se esquecer da dor, ou pode fazer a dor física parecer maior que a dor emocional. Eu sei, eu já passei por isso e graças à Deus não estou mais nessa. E eu fazia tudo isso porque eu queria que a dor física fosse tanta que a dor emocional parecesse coisa pequena, sabe? Mas só piora tudo. Um amigo meu, uma das pessoas que eu mais admiro e considero acha que isso é totalmente ridículo. Mas me dói o coração ver que ele também tem uma saída particular para todos os problemas dele, e não recorre aos amigos. Aos que ele já cansou de dizer que considera como uma família, que ama mais do que sua família de sangue. Ele só... bebe. Bebe muito para esquecer de tudo. Um escape. Isso me deixa muito chateada, especialmente porque não posso fazer nada para ajudá-lo, e tampouco para ajudar as várias outras pessoas que necessitam de ajuda. É tudo bastante complicado, sabe? Mas parabéns pela postagem. Parabéns pela sua iniciativa, é muito legal da sua parte querer ajudar aqueles que de fato precisam de ajuda. ♥

    kissu,
    undisclos-ed.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente um assunto delicado, e peço de perdão se em algum momento fui indelicada, jamais não tive essa intenção. Concordo contigo, Brends, e pretendo fazer mais debates desse tipo, falando sobre outros problemas. O alcoolismo é um meio de automutilação, um refúgio também muito sério, uma forma de suicídio (querendo ou não). Garanto que, se quiser, farei a postagem sobre o assunto com todo empenho.
      Obrigada, de verdade.

      Excluir
  3. Hey, Luisa! Isso é um assunto bem grave, mas que alguns nem dão importância. Eu por exemplo, passei/passo por isso e parei faz cerca de uma ou duas semanas, sentia que essa era a única saída. Simplesmente tinha me perdido no mundo das loucuras, estava prestes a entrar na bulimia também, mas estou tentando superar aos poucos (inclusive estou indo em uma psicologa). O triste é que a maioria das pessoas por uma palavra de alguém, desconta no corpo, com marcas não muito bonitas e como se isso já não bastasse, vem os pensamentos suicidas. Acho que quem se mutila não tem a intenção de suicídio, mas sim de aliviar sua dor interior. Tem sim uns engraçadinhos para ficar julgando as pessoas que mutilam-se (gilletteira, por exemplo), e piora cada vez mais a situação. E agora virou "modinha" de se cortar, já vi na internet até uma menina que cortou os pulsos por motivo de amar o One Direction (?). O assunto é bem delicado, as pessoas que sofrem de automutilação realmente precisam de alguém, porque quando começam com isto, ficam muito frágeis.
    Muito lindo o seu desejo de querer ajudas aos que passam por isso ♥ Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, saiba que, se precisar de qualquer coisa, estou aqui. É realmente triste esse problema, mas algumas pessoas debocham. Eu desejo sorte na sua recuperação e agradeço teu comentário.

      Excluir
  4. Acho que quando uma pessoa chega a um ponto de se cortar para lidar com a dor, é porque ela não consegue mais acreditar no conceito de ser ajudada. E isso ocorre em uma tentativa de que a dor física seja superior a da emocional, o problema é que o nosso corpo dorme, descansa, se recompõe, enquanto a nossa mente fica vagando durante horas de noite, no chuveiro com a água correndo, sem saber como lidar com tudo que está acontecendo. Não vejo como um assunto polêmico, e sim como uma válvula de escape temporária. E como se fosse uma droga, chega um momento em que não é mais suficiente, e evolui ao nível que mais se tem noticia: suicídio.

    Beijos e abraços | Blog Soqnunca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo, a pessoa se corta por falta de ajuda, não por deixar de acreditar nela. É um meio de escape, porém não é certo, não é legal, sabe? Se podemos fazer algo, por que não?

      Excluir
  5. Oi, tudo bem Luísa? Entendo quase tudo que você disse, mas estou longe de concordar que é para chamar atenção em todos os casos. Primeiro quero dizer que não gosto de opinar nessas coisas, por que concordo que cada um entende a sua dor, não podemos julgar isso nem como certo, nem como errado, apenas concordarmos que não é um meio positivo de lidar com qualquer problema... A automutilação pra mim é mais do que chamar atenção, e sim uma forma imbecil, irracional, não necessária, mas às vezes temporariamente eficaz de liberar sua dor de alguma forma, com alívio momentâneo e consequências quase catastróficas. As consequências vem de a pessoa afirmar pra si mesma que isso é uma forma de escapar de determinadas dores internas, assim, aumentando sua forma de exteriorização dessa dor e podendo até levar ao suicídio e consequências sérias a saúde. É assim que eu vejo tudo isso, mas junto com algo sério, como acontece em todos os setores da sociedade, existem pessoas patéticas o suficiente para tornar isso uma forma de aparecer, de se afirmar em um meio de pessoas com o mesmo problema, ou apenas ganhar atenção.
    O problema é sério, isso todos nós concordamos, mas existem muitas pessoas por aí que fazem isso e não sabemos quando vai parar, e ninguém sabe. São elas que merecem a verdadeira atenção, e pra isso, precisamos partir de afirmarmos pra nós mesmos a seriedade desse problema, independente das pessoas imbecis que se mostram através disto.

    Gostei da postagem e do seu blog, você escreve bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de discordar do que disse na postagem, eu concordo com teu comentário. Porém, se a pessoa se corta, é por falta de atenção. E ela pode não expor isso, mas no fundo, ela quer atenção, penso eu. Suas palavras foram belas, e fico muito feliz e agradecida por ter gostado de meu blog. Um beijo imenso.

      Excluir
  6. Olá,tudo bom?amei seu blog menina,você escreve muito bem!Otimo post,gostaria de saber se você pode retribuir o favorito,o comentario e o follow,ficarei agradecida e honrada pela sua visita,obrigada e continue assim,sucesso!!!


    Dá uma passadinha lá no meu? http://cadeabolsablog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo certo, e contigo Maria Vitoria? Obrigada por comentar mesmo sem ter lido. Posso visitar e comentar sim, mas seguirei se gostar, e não será retribuindo já que, pelo que vi, você não me segue. Obrigada, sucesso para você também.

      Excluir
  7. Concordei quando disse que algumas faziam pela faminha, mas nem sempre.
    Há bastante mais pessoas a fazer isso do que se acha. Eu não concordei quando disse que era por falta de atenção.. Eu acho que é mais quando não se sente nada. Quando estamos "vazios". Imagina, acorda, e se sente feliz ou triste, mas quando as pessoas estão basicamente numa depressão, não sentem nada e recorrem à dor do corte para sentir algo, no entanto acredito que não sintam nada na altura. Deve doer muito mais depois, quando as feridas estao a melhor. Também não entendo quem o faz como rotina.
    Se a pessoa se esforçar, conseguirá parar. Se não, procurar ajuda é a melhor opção.

    Bjs,
    un--cover.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que cada um enxergue e enfrente os problemas de sua forma, mas creio que, se têm atenção, porque iriam se cortar? O esforço muda tudo, com certeza. Um beijo, Catarina.

      Excluir
  8. Hello,tudo bem Luísa?,sobre o post,realmente adoro debates,gosto de saber a opinião das blogueiras,e ainda por cima citar um pouco da minha ><.Voltando ao assunto,existem dois tipos de pessoas que se auto-mutilam,as que fazem isso para chamar atenção(como você mesma disse),postar foto nas redes sociais,criar páginas de auto-mutilação(já vi isso no facebook,achei o cúmulo),na real,faz isso porque é modinha,ou se corta por qualquer motivo besta(não ganhou tal coisa que queria,terminou com o namorado,e afins,conheço garotas assim,uma delas é minha amiga).Porém tem as pessoas que realmente tem problemas,e que veem que não tem ajuda,que chegou ao extremo e que não vê outra saída,a não ser se cortar para aliviar a dor.Tenho amigas assim,dos dois tipos,melhor dizendo,conheci uma blogueira que também se auto-mutilava,por vários problemas,em minha opinião,ela já estava em uma depressão,o que na maioria dos casos acontece com quem se corta por certos motivos,elas precisam de ajuda,e na maioria dos casos,são confundidas e/ou julgadas como essas garotas.Sou como você,não sou a favor de se cortar,e também queria poder ajudar essas pessoas,o problema é que quando é alguém próximo da gente,dá aquele aperto no coração(no caso,a blogueira que citei é uma amiga minha),sei lá,bate o sentimento de culpa por não podê-la ajudar da forma que ela precisa,mas tento ao máximo ajudá-la.Ótimo debate,seu blog é perfeito também,conheci ele hoje xD,e já me apaixonei ♥

    Beijos~♥ ||http://u-nbreakableheart.blogspot.com.br/||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, ficamos sem saber o que fazer e queremos cuidar da pessoa, impedir ela de fazer tudo aquilo. Obrigada meu anjo, beijos.

      Excluir
  9. Olá, Luísa ♥♥
    É um assunto super interessante pra se tratar... Até já postei no meu blog sobre.
    Acho uma coisa muito séria, sabe? Porque machuca quem se automutila e quem está ao seu redor e sabe disso {digo isso por experiência própia. Uma das minhas melhores amigas tinha esse problema e, cara, a cada corte dela, era como se tivesse cortando meu coração ou algo assim}. O que realmente me dá raiva é de quem faz pra chamar atenção, como você disse. Algumas garotas fazem isso por sofrimento, dor e essas coisas, mas aí outras fazem por atenção, tipo "hurr durr, eu me corto e posto no tumblr hurr durr", e é com isso que eu fico brava. Por que quem faz isso faz quem REALMENTE precisa de ajuda parecer ridículo. Então não acho que todos que façam seja por falta de atenção, sabe? Porque cada um sabe a dor que sente. E creio que seja uma forma de "aliviarem" sua dor. Cada um recorre a algum meio pra afastar a dor psicológica, e essas pessoas fazem isso exatamente com essa finalidade. Aliviam sua dor, mas da forma errada...

    Enfim. Adorei teu blog, cara. Sério. Tu escreve muito bem {e esse seu layout é um amorzinho só}

    Beijos ♥
    [wakin-g.blogspot.com]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana ♥ É realmente duro quando vemos alguém que gostamos tão mal, eu te entendo. Da vontade de pegar a pessoa e privá-la do mundo todo. Exato, as pessoas que fazem isso para chamar atenção fazem as que tem sérios problemas parecerem banais. Concordo plenamente.
      Muito obrigada, fico feliz demais em saber disto.

      Excluir
  10. Sabe que eu acho que legalização do aborto é menos comum que automutilação? Depois que virou moda o povo só fala disso, hahaha. Bom, olha, li tudinho e posso dizer que concordo contigo quase que 100%. Não 100% por ter algumas pessoalidades que interferem, mas, claro, a sua argumentação ficou perfeita. Foi sincera na parte da frescura e eu gostei muito >3<

    Enfim, não curto debater esse assunto, acho que de alguma forma influenciaria algumas pessoas, sei lá, me sinto mal disseminando o tema, então vou deixar minha opinião pra outra hora, tá? Espero que tudo bem!

    Beijos, kaorii.com ~ { t r ê s * d e s e j o s } ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu deus, que visita maravilhosa. Eu agradeço, de coração. Acho que os dois assuntos estão comuns, mas vejo menos sobre este, e creio que para o público adolescente, seja melhor. Sem problemas, fique a vontade em relação a isto. Beijos, Clara ♥

      Excluir
  11. Li e reli o seu debate várias vezes, mas com essa coisa de retribuir comentário, fica difícil comentar nos posts dos blogs que gosto.
    Você sabe que eu já me auto mutilei (por um motivo ridículo, lembra?) e me odeio por isso, mas não condeno quem faz não. Muita gente pratica mutilações no próprio corpo por diversos motivos. Quer chamar atenção, fez alguma besteira, gosta de alguém ou até tem alguma doença ou transtorno. Muita gente acha idiota, mas cara, são os motivos da pessoa. Não estou induzindo ninguém a se cortar, mas existe gente com problemas de verdade que não encontram outra saída. Não sou muito fã de falar sobre isso, pois acaba me lembrando maus momentos, mas essa é a minha opinião. Traga mais debates, ok Lu? Beijão!

    sugar-purry.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei sim, Lin e fico feliz em saber que agora tudo está bem, que isso é algo do passado (certo, Alina?). Não condeno quem o faz, pois entendo que é um meio de alivio, mas não acho correto. Ninguém merece chegar ao ponto de machucar a si mesmo, sabe? Pode deixar, beijos.

      Excluir
  12. Nossa! ótima postagem, li até o fim...realmente esse assunto é muito delicado, ultimamente conheço muita gente que se corta e esconde...é complicado de falar sobre isso...odeio as pessoas que criticam, pois já vi muitas pessoas mesmo que nem tem coração, um amigo meu mesmo se cortava, daí as pessoas vinham e o criticavam nas redes sociais e ele ia lá e se cortava mais, sempre pensou em se matar e me contava tudo por mensagem para ninguém saber, eu acredito que fui usada por Deus na vida dele, pois indiquei algumas músicas cristãs, uns trechos da Bíblia e dei algumas dicas para a namorada dele o convencer a ir para a igreja e hoje ele está curado, jogou a gilete fora e nem pensa mais em se cortar :3 Mas eu percebi uma coisa, as pessoas que se cortam tem problemas familiares, na escola e em muitos lugares, a maioria sofre bullying e talz...acho que as pessoas ao redor tem uma boa parte de culpa nesses casos. Amei a postagem, amo dar minha opinião e ler as dos outros, é bom demais :) seria maneiro se os blogs fizessem uma campanha pra ajudar, tipo...a pessoa que se corta vinha, contava para a gente as coisas, os motivos porque se cortam e as blogueiras tentavam ajudar de alguma forma, iria ser bom...mas tudo com sigilo para não revelar as identidades e talz.

    Adolescente Nerd // Oficial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hannah, eu agradeço muito, sério mesmo. Realmente, as pessoas que rodeiam quem se corta possuem grande influência nisso tudo. Existe um projeto desse tipo, mas é de uma ex-blogueira e seus colegas de escola (que eu postei anteriormente a esta postagem). Não abrange apenas pessoas que se cortam. Mas, se estivesse interessada, teria o maior prazer em ajudá-la em algo desse tipo. Beijos.

      Excluir
  13. Também não me mutilaria (amo o meu corpo e, apesar de ter um ou dois momentos ruins, não descontaria nele). Eu tento entender, e sei de algumas pessoas que tem esse tipo de comportamento. Numa coisa você está certa: é para chamar atenção. Mas nem sempre essa atenção é frescura. Quase sempre é um sinal de socorro em relevo na pele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não disse que chamar atenção seria sempre em frescura, mas enfim. É um pedido de socorro, porém escondido.

      Excluir
  14. Auto mutilação tem várias fases, razões e opiniões BEM diferentes umas das outras.
    Na >>MINHA<< opinião eu acho uma coisa mais que desnecessária, afinal depois de se mutilar "pra esquecer os problemas", o seu problema ainda vai estar lá e o pior ainda é o machucado enorme que vai ficar também.
    Sei que tem gente que faz com grandes motivos e etc, mas também tem gente que você disse, faz só pra "aparecer" e por frescurinha, eu particularmente também não me cortaria, tenho pânico de sangue e morro de medo de me machucar, então não me é uma boa opção ahauahuah
    Ótimo debate, adorei as respostas do pessoal!
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! Concordo, é realmente desnecessário, pois só aumenta os problemas. Pois é, deve arder, argh, deus que me livre. Obrigada. Beijos.

      Excluir
  15. Olá Luísa, penso quase o mesmo que você. Eu tenho um pai depressivo e sei como é complicado lidar com isso. Eu sempre fui uma filha que gritava muito com meu pai( não que eu não faça isso ainda -_-) e quando ele ficou assim a primeira coisa que minha mãe falou foi para que eu parece com aquilo, que ele não estava bem e tal. Da depressão é só um passo para a automutilação e vice-versa. Acho que ninguém quer se auto mutilar de verdade, mas quando veem já estão fazendo e não conseguem parar. Ouvi dizer que só doi quando se corta nas primeiras vezes e que depois você não sente mais dor e sim um alivio pelos problemas esquecidos. Eu quero dizer na verdade é que depois que uma pessoa se corta várias vezes no mesmo lugar ela já está acostumada com a dor e por isso se sente aliviada pois não vai estar temporariamente preocupada com os problemas e sim com a dor do corte, vai dor tanto que ela vai faze-la se sentir bem. Eu tecnicamente entendo, eles fazem isso para se sentirem melhor, mas depois eu descordo totalmente pois o alivio, a sensação de "calma ai rapariga, tô relax" acaba rapidamente, logo depois você estará se sentindo um lixo de novo, um peixe fora d'água, a ovelha negra da famila e terá que se cortar de novo, isso é, perder mais sangue e marcar seu corpo, para se sentir bem por mais miseros segundos de alivio.
    Adore seu post. Bjs http://flor-estanegra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia. Desejo-te muita sorte com teu pai, que ele se recupere e dê tudo certo, tenha paciência, viu? É um portal para uma sensação de alivio, mas depois uma porta aberta para um problema. Me desculpe, sei que não é motivo de piada, mas eu achei super-engraçado quando disse "calma ai rapariga, tô relax" e "a ovelha negra da famila". Obrigada, beijos.

      Excluir