Debate: auto-estima

Não recortei em tamanho milimetricamente contado porque gostei assim.
Eu decidi postar esse debate o mais rápido possível, já que queria muito falar sobre esse assunto. É algo mais delicado do que parece, mais intenso do que parece e acho que todo mundo precisa ler o que vou dizer aqui. Por favor, não me entendam mal, não estou sendo convencida, apenas acho que pode ajudar a todos. Tudo que estiver aqui será na intenção de ajudar, apoiar ou esclarecer e peço que, por favor, digam-me a sincera opinião de vocês.


Auto-estima: ¹ A aceitação que o indivíduo tem de si mesmo. ² Característica de uma pessoa que valoriza a si mesma, dando-lhe a possibilidade de agir, pensar e exprimir opiniões de maneira confiante. ³ Define-se a uma personalidade mais otimista, feliz, que esta mais confiante de certa realização,motivação, disposição do eu, senso psicológico ativo. Significados de dicionários online. 

Peso: A maior culpada por a ideia fixa de que existe um manequim ideal é a sociedade. Atire a primeira pedra quem nunca olhou a alguém e pensou como a pessoa é gorda ou como parece um palito, de tão magra. Os padrões de beleza implantaram em nossas mentes que pesar menos que o normal é ter um corpo definido e, me desculpem os que pensam assim, isso é ridículo. Ser imensamente magro não é bom, ok? Da mesma forma que os que pesam mais também não se sentem bem. Lembre-se de nunca deixar que simples números te definam, te digam que você é ou precisa ser, porque o que tem por fora jamais irá mudar o que fica por dentro. Não vou dizer que devem fazer isso pois sei como é difícil, sei como dói tentar achar roupas e nenhuma ficar boa porque "seu corpo não ajuda" (exatamente por ser muito magra) mas, por saber como é, sei que qualquer um consegue superar a ideia de um corpinho "perfeito" e ver que cada um é lindo, exatamente como é.

Peitão, bundão, a mulher gostosona: Isso vem tanto dos homens, que acabou passando para as mulheres também. A ideia em ter peitos grandes e bundas definidas é tanta, que o nível de cirurgia para implantar silicones subiu muito nos últimos anos. Não tenho quase nada nem um pouco de seios ou bunda, e eu confesso que muitas vezes isso me incomodou, mas porque nos importamos muito com toda essa massa? Porque é tão importante ter um corpo do jeito que os outros gostam? É bonito um corpo definido, chama atenção, mas porque temos que ser tão iguais? Porque todos deveriam ter o corpo num formato, como se fosse uma fábrica se a diferença é a coisa mais linda que existe nesse mundo?

O importante é que seja da forma que te faça bem, do jeito que goste e não como as pessoas dizem que deve ser. Você não gosta de seu corpo, não aceita sua personalidade e então você para, se olha no espelho e pergunta "por que alguém olharia pra mim?" e é exatamente porque tudo que tem de diferente te faz uma pessoa mais bonita. Se seu cabelo é enrolado, é porque você fica bem de cabelo enrolado. Se não é loira, é porque loiro não combinaria com você. Se não tem olhos claros, é porque o escuro brilha muito mais em meio ao teu rosto. Ser magro não é tudo, ter seios não é tudo e seguir um padrão não é tudo. Amar a si mesmo é tudo. Uma pessoa que se valoriza, que se ama e se respeita vale muito mais do que um corpo bonito.


Hoje, depois de muito tempo, eu acordei e não me olhei no espelho. Eu não precisei confirmar se eu era bonita. Eu acordei tendo certeza.” Tati Bernardi
 

Grandes líderes mudam de estilo para levantar a auto-estima de suas equipes. Se as pessoas acreditam nelas mesmas, é impressionante o que elas conseguer realizar.” Sam Walton


A autoestima é o que há de mais divino no ser humano. Pois, quando nada lhe resta, resta-lhe a si mesmo.” Cíntia Salvato


A postagem foi completamente elaborada com intenção de ajudar. Não queria postar, mas a Alina mandou né. Aproveito para agradecer os elogios em relação ao layout, vocês são realmente incríveis. 

65 comentários:

  1. Esse é um ótimo tema para se fazer debate. É difícil ter auto-estima hoje em dia porque todos implantaram um padrão de beleza que vai de acordo com cada um. Acho que o importante é saber que você não precisa ser igual aos outros, eles já existem e você é única. Sim todo mundo quer mudar algo em si e isso é bom, mas não pode deixar de se achar linda por causa disso :3 Amei a sua ideia de trazer esse tema ^^

    ~September Rains

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se cada um for como é, o mundo se torna mais bonito. Obrigada! Um beijo.

      Excluir
  2. OOi Luísa!!
    Adorei o post de verdade... Ficou muito bom!
    A autoestima é necessária na nossa vida e hoje é cada vez comum na nossa sociedade doenças psicológicas que abalam o emocional e a autoestima como por exemplo a depressão...
    Acho que nos comprometemos demais com o padrão de beleza estalecido pela mídia e pela própria sociedade como você bem disse... Concordo plenamente com você, precisamos valorizar o corpo que temos e ter consciência que ninguém é perfeito e que são nossas imperfeições que nos fazem únicos. Acho que para começarmos mudar o padrão de beleza pré estabelecido, precisamos começar pelas nossas pequenas atitudes do dia-a-dia como parar de criticar o corpo das outras pessoas e nos aceitarmos como somos... E nada melhor do que debates como esse para conscientizar as pessoas né?

    Parabéns pela inciativa!

    Beijinhos Bi
    http://janeladela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi bianca! Muito obrigada, fico tão feliz. Concordo com cada linha do que disse, é necessário começar por nós mesmos e assim passaremos aos outros, porque do que adianta falar e não agir? Muito obrigada. Beijos.

      Excluir
  3. Amei a postagem, as fotos super engraçadas e super me identifiquei (: eu vou contar brevemente a minha história: Antes eu não me aceitava, eu simplesmente não acreditava em mim mesma, tinha problemas com insegurança e aparencia pois as pessoas são muito más, não pensam antes de falar, saem criticando a sua forma de se vestir sem ao menos te conhecer, eu iniciei a me preocupar com coisas que nunca haviam me incomodado antes. Então eu parei eu comecei a pensar sobre mim mesma, coisas que eu gostava, comecei a ver qualidades em mim mesma e gostar do meu estilo. E a partir disso exclui todas as pessoas que me fazem mal da minha vida, começando por redes sociais. E aprendi a ser feliz com as pessoas que verdadeiramente me amam e me fazem sorrir e etc..

    Obrigada pela post, eu acredito que esse tipo de debate ajuda muito as meninas que estão passando por esse tipo de problema, hoje dia é muito comum, qualquer um está sendo julgado pela sociedade.
    Beijos Gi do blog http://doceneve11.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi! Fico feliz em saber que tenha superado, desejo-te força para continuar assim, pois é sempre necessário saber que somos maiores do que criticas. Eu que agradeço pelo teu comentário e sou muito grata em saber que ajudei. Um beijo.

      Excluir
  4. Luisa!
    Porquê acharíamos que você é convencida com um texto lindo desses! Amei e você está de parabéns pelo texto!
    Eu também acredito que devemos ter mais amor próprio e que ninguém deve dar pitaco no corpo do outro! Cada um tem que se amar do jeito que é, e SE não gostar do jeito que é, tentar alcançar aquilo que quer de forma consciente e saudável ^^
    Esse ano eu fiquei (e ainda fico às vezes) muito deprimida por conta da minha própria imagem, ficar tentando fazer regime pra emagrecer só me deixava mais chateada ainda, porque eu adoro comer coisas gostosas!
    Então eu decidi que não vou mais ficar me poupando de comer aquilo que eu gosto e que vou me aceitar assim do jeito que eu sou, meio gordinha e tudo mais hauahuauhhua E eu estou bem mais feliz agora!

    Beijos! Oh My Feels!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh meu amor, muito obrigada, fico muito feliz em ler isso! Chii, aposto que seu corpo é lindo e que comer te deixa bem mais feliz do que regimes, não é mesmo? Não precisa de exageros, apenas coma de tudo um pouco e será linda, saudável e feliz. Um beijo.

      Excluir
  5. Oi!
    Esse é um tema delicado mesmo, né? De forma alguma parece que você é convencida, então não se preocupe, haha.
    Achei o texto ótimo, as pessoas implantam muito um padrão de beleza, mas, sabe, cada um nasceu de um jeito, e a sociedade não pode mudar a aparência de ninguém, não acho certo as pessoas quererem mudar a aparência só para ser "aceita", cada um é bonito do seu jeito e, sei lá, o importante é ser feliz.
    Kisses ~ butter-tea.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi! Obrigada, hahaha. Padrões foram feitos para serem mudados e principalmente os de beleza.
      Beijos

      Excluir
  6. é como diz aquele ditado " Nao nascemos para agradar ninguém" temos que ser quem somos, sem mascaras e sem fingimento!
    Adorei o post ♥
    há já estou seguindo o blog se puder retribuir agradeço ♥♥
    Beijão
    http://priscilaashwell.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Pri! Fico feliz que tenha gostado, beijos.

      Excluir
  7. Eu não sei o que dizer do post porque ele já disse tudo!
    Eu concordo com tudo apesar de admitir que a minha auto-estima não é o melhor... ahah
    Adorei, vai estar nos melhores do mês de certeza ahah

    Bjs,
    un--cover.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cat, minha auto-estima é péssima, mas escrever isso me fez um bem imenso. Poxa, que honra, muito obrigada! Beijos minha linda ♥

      Excluir
  8. Ter peito, pernas e bunda grandes não é tudo. Eu posso dizer isso. Apesar de sempre ouvir "nossa, queria ter um corpo igual ao seu" já teve dias que eu cheguei á frente no espelho e tive vontade de quebrá-lo. Por mais que algumas pessoas achem que é ingratidão, que eu não deveria reclamar de ter um corpo que "várias garotas queriam", não é confortável sair na rua, ás vezes até pra comprar pão, e ver pessoas olhando "daquele jeito". Eu continuo amando meu corpo, mas também admiro quem tem uns quilinhos a mais ou a menos. Afinal, imagine que tédio se todo mundo tivesse o mesmo corpo?
    PS: O texto ficou perfeito, e não parece que você é convencida :D
    Cookie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre ouvi isso de minhas amigas, que queriam ter meu peso, menos seios como eu e eu olhava no espelho e ficava "quem acha isso bonito?". Exatamente Isa! Obrigada, um beijo.

      Excluir
  9. Li a postagem antes de todos e todas, beijos de luz.
    Já disse que você é ótima em debates? Eu queria postar alguns lá no SP, mas não sirvo pra isso, na boa.
    Por muuuuuito tempo já me odiei por ser magrinha e beeem baixa, mas isso foi mudando sabe? Ainda quero ter um pouco mais de corpo, de peito, de altura, porém não é como antes (eu tinha vergonha de usar qualquer coisa justa ou que mostrasse as minhas pernas). Agora eu acho que isso já não é tão importante, acho que sou bonita sim e que tem coisas em mim que posso valorizar pra me sentir ainda mais de bem comigo mesma. Enfiiim, post único e perfeito, você é ótima com isso <3

    sugar-purry.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leu mesmo, joga purpurina.
      Não disse, mas você me elogia tanto que quase não acredito, little fã <3 Iria se sair ótima, fala sobre falsidade :v #tropa. mentira, não faça isso jadk.
      Seu corpo é lindo como é e você é linda, independente de peso e altura, porque se confiar em si mesma, será mais linda ainda. Obrigada, meu amor <3

      Excluir
  10. Adorei o tema, eu sempre fui uma pessoa de autoestima baixa, e chegava a rebaixar os outros só para me sentir superior, não me orgulho dessa época, não mesmo. Acho que não devemos mudar para agradar os outros, mudar só para estar nos padrões de beleza, devemos agradar a nós mesmos. Eu sou linda, eu me amo, porque amor próprio é tudo <3 É só isso que importa. Meu comentário ficou meio nada haver, mas acho que deu pra entender minha opinião sobre o assunto, não é? 'u'

    - Sugar Box ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário ficou ótimo, sério, adorei ver seu amor próprio e é exatamente isso: sou linda, meu corpo é lindo e eu sou linda assim, exatamente como sou. Fico feliz que tenha gostado, um beijo Ayumi.

      Excluir
  11. Nossa.. Eu não tenho nada a declarar, porque você já disse tudo. Já li inúmeros textos assim e todos eles chegam a um determinado ponto: Amar a si mesmo. E não é que é verdade? Se você não amar a si mesma, que vai te amar?
    Esse é um tema muito bom, além de ser muito delicado, né?!
    Eu adorei esse post, afinal, eu adoro posts assim! Hahahah <3

    Beijos | Quebrar o Silêncio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor próprio faz de cada um mais poderoso e mais bonito, não é? Muito obrigada, Amanda, espero que consiga trazer mais postagens assim, então. Beijos.

      Excluir
  12. Post maravilhoso, capitou exatamente a essência da coisa.
    Em 2012, eu era bulímica, sim... Em busca de um corpo perfeito, fiz loucuras que não gosto nem de comentar. Hoje, felizmente, me olho no espelho e gosto do que vejo. Morro de amores por meus olhos, meu cabelo e minha barriguinha acima do peso. Morro de amores pelo meu nariz arrebitado demais, minha falta de peito e bunda. Morro de amores pelas espinhas que nasceram no meu rosto e resolvem estar ali, logo nas datas importantes. Morro de amores pelas roupas que me valorizam. Morro de amores por mim, e é um orgulho dizer isso! (:
    Parabéns pelo post!
    Beijos!
    bowdowns.blogspot.com
    (tem post novo!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ali. Que comentário mais lindo! Fico feliz por sua superação e que continue assim para sempre, pois somos lindas! Obrigada novamente, beijos.

      Excluir
  13. Estou ficando gorda pois gostosa já sou. APENAS
    cara, você foi tão simpática comigo que auto-estima é meu ultimo problema agora. ❤ terceiro post de debate que eu leio hoje, e o melhor, na boa.
    Você disse tudo. Eu poderia dizer muita coisa mas tudo tem a ver com estereótipos e minha opinião sobre isso é ZzzzZzzZzzZ (é um z, exatamente).

    Mas sério, obrigada por tudo. Espero que mantenhamos contato ♡.♡

    Plea-SURE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha feito um comentario enorme e perdi, perdoe-me.

      Excluir
    2. Meu deus, que amor, me abraçaaaaaa. Obrigada, obrigada, obrigada, fico muito feliz em ler isso, é tão gratificante. Eu que agradeço, seu comentário foi incrível.

      Excluir
  14. Oi Lu, tudo bem?
    Você não tem noção de como esse post pode ajudar muita gente. O pior de tudo é que a mídia vem com uma história de como você é linda e maravilhosa e logo após vem um comercial de cabelos e enfim, em tudo tem o falso moralismo tentando deixar a gente pra cima mas apunhalando pelas costas. Pois é, o mundo esta cheio de falsidade e futilidade mas não é tudo, ainda existe pessoas como eu como você que não quer que você se veja como o mundo quer mas posso dizer que "trazemos" a real beleza da mulher, aquela que não precisa de nada nem ninguém para ser feliz :)
    Parabéns Lu, fez um ótimo trabalho.
    Beeeeeijos!!

    cataventodoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju! Tudo ótimo, e contigo?
      Fico feliz em ajudar as pessoas, sério. A mídia é muito contraditória, mas não percebe que ela que causa tudo isso. Muito obrigada, beijos.

      Excluir
  15. Olá ♥
    As pessoas tem que aprender a se ver linda. A mídia mostra sempre as pessoas magras, com a pele perfeita, e tudo mais e muitas pessoas querem se ver igual aquilo. Mas as pessoas precisam amar elas mesmas, tem que gostar do que vê no espelho. Eu nunca fui de ser como a mídia mostra, eu sempre fui magrinha e gosto disso, a pessoa tem que se valorizar mais e aprender que não importa a aparência e sim o que ela É Esse tipo de post ajuda muitas pessoas.
    Beijos ♥ | Brigadeiro-vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juh! Exatamente, a midia nos influencia a certas coisas ruins e isso é péssimo. Sempre fui da forma que me agradou, não que agradou aos outros. Claro, tenho minhas crises, mas me valorizo. Beijos.

      Excluir
  16. Concordo com você, isso é realmente - usarei sim essa palavra -, inútil. PADRÕES são extremamente inúteis. A raça humana leva 5 segundos para rotular alguém. Mas no fim de tudo isso, a única pergunta que resta será: pra quê e por quê?
    Acredito que isso nunca vai acabar, mas isso não quer dizer que não tenha esperança. Essa pré-rotulação corporal.
    Bem, eu nem sei direito o que dizer, você já disse tudo mesmo, fkjnjfsa. Mas, é exatamente isso, quando a sociedade em geral, perceber que rótulos são somente inutilidades da raça humana, tudo vai ocorrer bem. Eu ainda tenho esperanças, haha

    bea ♡ | { Persuadir }

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Padrões são uma droga, Bia. A esperança é a última que morre né? Cabe a cada um de nós, fazer as mudanças aos poucos. Beijos.

      Excluir
  17. Assunto complicado, bem. É difícil dizer se há presença ou ausência da autoestima hoje em dia. Sabe, não se entende mais se as pessoas são como são pelo que é imposto pela sociedade e os padrões, ou se fogem disto, ou se se adaptam, sabe, estamos num momento extremo de influências diversas, e são ondas tão imensas de informações que não sabemos filtrá-las e absorvê-las, e mudamos constantemente de conceitos, maneiras, estilos, padrões.

    Sabe, mas de forma nua e crua, acho que hoje o mundo está pau-a-pau, assim como muitos estão precisando de injeções de amor próprio, há os narcisistas ao extremo rs Mas gostei da forma como tu pôs o texto, deve-se amar a si mesmo como o maior bem existente.

    xoxoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A verdade é que a maioria segue a midia, segue os padrões, mudam do dia pra noite para agradar aos outros. Obrigada Washington, beijos.

      Excluir
  18. Ameei, o post ficou incrível.
    Antes, por sofrer bullying, eu tinha graves problemas com auto-estima, me sinta incapacitada, insegura... Hoje, eu me ''curei''. Parabéns pela iniciativa de abrir esse ''debate''. Beijo
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigaaaaaaada Camila ♥ Saiba que eu te acho maravilhosa, independente do que os outros digam. Obrigada mais uma vez, beijos.

      Excluir
  19. Eu sou uma pessoa que não demostre que está mal. Eu acho que todos me olhem pensem que não tenho problema com isso. Mas te digo que a minha auto - estima não é das melhores. Tem vez que me olho no espelho e me acho bonita, tem outras vezes que só me bate um baita desanimo de olhar para a minha imagem. Eu tento não me importar com isso, mas é automático, de repente o meu amor próprio some. A auto - estima é uma coisa que afeta muita gente, e a maior parte é a culpa da mídia, que passa a imagem da pessoa perfeita. Não existe gente perfeita.
    Beijoos ♥

    eieusouamah.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me vi muito no seu comentário, todos acham que eu não ligo pra nada, que nada me afeta mas não é assim. Por dentro, eu fico pensando porque não sou diferente. As vezes eu me amo, mas as vezes, dói só de olhar pra mim. Beijos Mah.

      Excluir
  20. Nós mulheres somos estranhas. Nos torturamos para sermos magras, exigimos que tudo esteja em dia e ridicularizamos as mulheres que não seguem esta lista. Desde pequenas somos educadas assim, mesmo que nosso dia tenha sido de cão, temos a "obrigação" de mostrar o nosso melhor sempre com um sorriso. Na verdade, nós não nos arrumamos para nós, ou para chamar a atenção de garotos, mas sim, porque queremos provar para outras mulheres que somos mais bonitas, mais magras, mais altas, mais bem vestidas... Mais tudo! HASHUEHUAS' Parece estranho, mas é assim que funciona.

    Beijinhos.

    bunny--days.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Milky, as mulheres entraram em uma espécie de guerra para "quem é melhor". Beijos.

      Excluir
  21. Luuuu, que layout lindo menina, super amei.
    Como você está?
    Então, adorei o debate, a sociedade adora impor um modelo certo para eles, um padrão, mas não gostariam que colocássemos padrões neles também, cada pessoa possui sua beleza única e essencial, e isso é o que te define, eu tenho muita bunda e peito na média, e sei como é complicado encontrar uma calça/short que dê certo em mim, mas eu nunca pensei em fazer algum tipo de cirurgia para diminuir isso, eu sou feliz assim, e não é porque tal calça não entra que eu vou querer diminuir ela. Pessoas idiotas rotulam pessoas da mesma forma que rotulam objetos.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page | Participe do sorteio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jessss <3
      Estou ótima e você?
      Exatamente, não é porque uma roupa não nos serve que somos menos importantes ou mais feias que outras pessoas. Fico feliz que tenha gostado, beijos.

      Excluir
  22. Bom Dia, gata.
    Primeiramente, acho legal a sua intenção de ajudar. Mas descobri por experiências que nem sempre isso é possível. Você está em um momento bom (e eu também), mas nem sempre é assim. E quando você está mal, não irá melhorar tão fácil.
    A qualquer forma, não há como concordar mais. Mas, mesmo quando vemos uma pessoa "diferente", as pessoas ainda comentam. Quando as pessoas olham para você e riem, ainda machuca. Não importa o que VOCÊ sinta as vezes, as vezes o que eles acham sobre você afeta. As vezes não na hora, mas depois, quando você lembra.
    Somos afetadas por qualquer coisa. Qualquer risada, qualquer comentário. Somos fracas.
    Por mais dependente que isso pareça, precisamos de alguém para nos lembrarmos de quem nós realmente somos.
    Ok, eu iria me BATER por ter escrito isso há um tempo atrás. Mas acho que hoje.. simplesmente desisto. Talvez eu realmente seja fraca.
    - um monte de estrelas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, xuxu.
      Cáah, não somos fracas, somos sensíveis. Fraca? Ser fraca é querer chorar e sorrir por ai? É ouvir coisas horríveis sobre nós e seguir como se nada tivesse acontecido e desabar apenas em casa? É ser diferente, ouvir criticas e pessoas rindo de você sem reagir? Me desculpa, mas pra mim, isso se chama força.
      Você não precisa desistir, você é linda e eu tenho certeza disso, tenho certeza que, pode não ser agora, mas um dia vai olhar no espelho e acreditar nisso também.

      Excluir
  23. Esse tema é tão ♥
    Uma das coisas mais horríveis que ouço algumas pessoas dizendo é "aiii na minha época não existia bullying, isso era brincadeira!" não. Não é uma brincadeira. Se tal pessoa passou por isso e não gerou nenhuma sequela: QUE BOM PRA ELA! Enquanto isso, muitas meninas (em sua maioria) se matam por não se encaixar nos padrões midiáticos, por sofrerem abusos verbais e até físicos por conta de sua aparência. Isso NÃO pode continuar.
    Muito bonita sua iniciativa. Que o mundo tenha mais pessoas como você!

    Beijos,
    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bullying sempre existiu, só que em cada época acontece de forma diferente, isso é mais que normal. O triste é que nem todos lembram que a diferença é a essencia de cada um. Obrigada, Kemmy. Beijos.

      Excluir
  24. acredito que tudo depende do ponto de vista, claro voce tem que ce sentir bem antes de qqr pessoa falar alguma coisa mais acho que saude é tudo e tudo vai da determinação da pessoa! então seja você mesmo não mude pelos outros mude por você mais mudanças são boas para qualquer pessoa!

    seguindo aq
    beijão :*
    victoriapresunda.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas precisam se valorizar. Beijos Victoria.

      Excluir
  25. Acredito que depende de como as pessoas possam ver alguma coisa, pois a gente deve estar bem antes de qualquer pessoa falar alguma e sentir bem com nos mesmas. E além do mais quando alguém falar alguma coisa relevar, porque se demos bola a gente vai desanimar e ficar com a auto estima lá em baixo como alguma pessoas que não gostam da gente querem ver. Só acrescentei isso pois o post acima já disse tudo! Beijos
    {Poeira Lunar}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Emy, temos que estar prontos para as criticas e simplesmente deixar pra lá. Beijos.

      Excluir
  26. Lu, baixa alto estima por peso é meu karma, é algo que eu não consigo me livrar nem com auto ajuda ou psicologo. Ser feminista tem me ajudado muito, princoipalmente nos grupos, mas é algo que eu luto bastante contra, com todas as minhas forças. Sempre que vou ficar com um menino e vejo a ex dele, eu penso "Pô, é magra" e isso é horrível! ):

    Tô seguindo o blog! Vem conferir o meu também, se poder. Sobrelentes.blogspot

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marilia, se um menino está ficando com você, é porque a ex dele é passado. Olha que poder você tem, mulher. Quantas gurias não queriam ter esse cabelo ruivo seu? Quantas gurias não queriam ter seus olhos? Você é linda, acredite nisso. Beijos.

      Excluir
  27. Oi! Adorei a postagem, muitos assuntos para refletir. Estamos sendo constantemente julgados e, por isso, muitas vezes até esquecemos quem somos de verdade para agradar aos outros...É realmente triste como os padrões afetam tanto a forma definirmos o que é bonito e o que é feio. Eu concordo que, não importa o peso, tamanho ou estilo, as pessoas devem sempre se amarem e mudar somente se não estiverem felizes consigo mesmo! :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz, Dani! As pessoas precisam entender que mesmo nos piores dias, cada detalhe as faz lindas. beijos.

      Excluir
  28. A auto-estima é realmente algo que vem embaçando com muitos adolescentes mesmo atualmente, tanto que a falta dela tem sido a principal causa de muitos suicídios infelizmente.
    Cara, eu já fui "gordinha" quando tinha uns 9 anos, mas a idade chega e graças a Deus isso saiu de mim, eu sempre tive um pequeno complexo em engordar pela minha mãe já ter feito cirurgia de redução de estômago e eu não queria ser gorda (até hoje não quero e_e), porém isso de ser "magra" era algo que eu queria pra mim mesma, e como eu sou alta (1,80cm) era óbvio que pra eu engordar à ponto de fazer uma dessas cirurgias era complicado pela altura, mas eu não via isso e parava de comer pra não engordar, mas grazadeus parei com essas coisas e atualmente eu adoro meu peso e pretendo chegar logo aos 70 quilos hahaha
    Acho que tudo começou a melhorar mesmo depois que eu comecei a namorar (cliché, sim), mas é que fica mais fácil você se aceitar quando uma pessoa que você gosta muito começa a valorizar em você aquilo que você detestava, certo?
    Enfim, adorei o seu debate, Lu <3
    Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Bia, quando alguém nos aceita, faz com que nós mesmas nos aceitemos, porque você percebe que é capaz alguém gostar de você. Eu sempre fui magra (apesar de ser mais gordinha quando menor) e eu nunca gostei muito disso, mas com o tempo, aprendi a me aceitar. Fico feliz que tenha gostado, beijos Bia.

      Excluir
  29. oi Lu! eu comecei com vídeos no youtube :D
    visite meu canal: https://www.youtube.com/watch?v=m6YATC-eAE4
    nao ligue para a timidez eu to morrendo de vergonha.

    beijos Gi! http://doceneve11.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah vou visitar sim, Gi. Você é muito fofa.

      Excluir
  30. Hey, um grande assunto, que tem tudo a ver com a situação que estou passando, quer dizer, um pouco a ver ... sempre tive enormes problemas de auto estima e estou prestes a fazer uma cirurgia bariátrica, porém, não é simples estética, é saúde também ... além do mais, é por mim e não pelos outros. Mas deviamos mesmo, nos importar menos com os padrões! :*
    www.moniitorando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço pessoas que fizeram ou farão a cirurgia mas por saúde também e creio que isso seja importante e irá te ajudar. Beijos.

      Excluir
  31. Adorei o tema do post, auto-estima é muito importante, já vi gente com depressão porquê se achava gorda demais. Beijo :3

    http://senhoritadeallstar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Laah. É algo muito triste, né? Beijos.

      Excluir
  32. Eu já tive muito problemas de auto estima, quando eu tinha uns 9/10 anos eu era muito gordinha, meu cabelo era super cacheado e eu usava óculos . Então depois quando eu completei 11 anos eu resolvi mudar, emagreci bastante, alisei os cabelos e parei de usar óculos tudo isso para agradar os outros a minha volta
    Sinceramente, de emagrecer eu não me arrependo, pois não era só questão de estética e sim de saúde. Mas agora cansei, chega de usar cabelos lisos lambidos, que eu sinceramente não acho nem tão grande coisa só porque as pessoas acham lindo. Sem contar que eu parar de usar óculos afetou minha visão, troquei a armação e voltei a usar. E se a sociedade não acha meu cabelo bonito e me acha "quatro zóio"? Foda-se (desculpe o palavrão), pois para mim está bem deste jeito e é isso que importa, a pessoa se sentir bem e feliz! E acho que tudo mundo passa por isso, já tive uma amiga que era novinha e queria por silicone, pois se achava "muito magra" e que nenhum menino gostaria dela.
    Mas isto passa e quando chega uma certa idade a gente aprende que devemos agradar nós mesmo e não as pessoas a nossa volta! Adorei o texto e você esta certa, devemos ter auto estima sempre não importa se somos alta ou baixa, magra ou gorda, se temos olhos claros ou não, se o nosso cabelo é cacheado ou liso! Independente disso, devemos nos amar sempre!

    No Capricho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viih, eu nunca gostei do meu corpo, da minha cara, sabe. Mas, como você, eu aprendi que eu posso ser bonita e não é o meu exterior que é o mais importante e sim o que eu trago por dentro.
      Fico feliz que tenha chego ao ponto que lhe agrade e é isso mesmo, foda-se a opinião dos outros.

      Excluir